quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Caldo de abobora com ervas alentejanas

Trouxe do monte alentejano vários pezinhos de Segurelha, são minúsculos e só dois "pegaram", mas eu estou radiante.

Segurelha ou Satureja Hortensis pertence a família das labiadas, é originária na Europa. Tem as folhas pequenas e pontiagudas e sua cor é de um verde seco, suas flores (brancas ou lilás) são bem pequenas.

Seu sabor assemelha-se bastante ao do tomilho, porém ligeiramente mais picante. É um condimento comum no Alentejo, assim como a alfavaca, o tomilho, a hortelã , o manjericão, o poejo, a manjerona, o oregano e o alecrim entre tantas outras ervas aromáticas existentes no Alentejo, tem um aroma quente e um sabor que vai do picante ao amargo, a segurelha é também usada em Itália e em França.

Em termos de fitoterapia é um estimulante, tem uma acção tonificante e fortalecedora, alem de ser um óptimo digestivo.

Carcopino (1939), ao descrever a vida quotidiana em Roma, cita algumas plantas aromáticas e/ou medicinais nomeadamente as malvas (Malvaceae), com efeito laxativo, e a hortelã (desconhece-se se será a hortelã-romana-delaguna ou a hortelã-francesa - Balsamita suaveolens Perr., in Feijão, 1961). Porém, segundo Saramago (1997), foi no Alentejo que "os romanos tiveram notícia de uma quantidade apreciável de ervas aromáticas que a cozinha romana desconhecia: hortelã-da-ribeira (Mentha rotundifolia (L.) Hudson), segurelha (Satureja hortensis L.) ou poejos (Mentha pulegium L.)". Note-se que de acordo com este autor existem registos da ocorrência de poejo na região do Alentejo desde as culturas dolménicas (aproximadamente 2000 AC.)*.

* fonte: Mirobriga

Ganhei uma belíssima abóbora, e nada melhor que um caldo de Abobora com sabor a férias.

Fiz um refogado com azeite selecção frutado fresco, muita cebola cortada as rodelas e alho picado grosseiramente. No pilão de pedra, bati um molho de poejos, uma mão cheia de segurelha e ainda juntei uma maço de coentros, no refogado coloquei semola de milho, mexi bem, acrescentei ao poucos um copo de água e reservei.

A parte fiz um caldo de abóbora, tirei uma boa talhada da abóbora, descasquei e cortei em cubos pequenos e cozi num pouco de leite temperado com sal, depois de cozida e triturada acrescentei ao caldo que estava reservado.
Decorei com um fio de natas frescas.

Ficam aqui os ingredientes:
500g de abóbora.
2 cebolas grandes
3 dente de alho.
1/2 chávena de semola de milho.
1 chávena de leite gordo
1 ramo de coentros.
1 mão de segurelha fresca
1 molho de poejo
agua q.b.
Azeite q.b.
sal q.b.
natas q.b.

9 comentários:

edinha disse...

Que bela sopinha!
Beijinho

Vitor disse...

Márcia obrigada pela tua visita lá no meu estaminé!!!Parece que a minha menina conhece muito bem as ervinhas do Alentejo...um abraço Vitor:-))Ai gostei muito da sopinha...

Odete disse...

Marcia querida, valeu a visita. A reciproca eh verdadeira, pois aqui no seu espaco aprendo muitas coisa. Obrigada por dividir esses aprendizados. Ah, e otimas receitas tambem.
bjs

ameixa seca disse...

Semeei segurelha num canteiro mas o meu cão fez o favor de "matar" a planta com toda a fúria dele. Vou tentar outra vez a ver no que dá ;)
Adoro sopa de abóbora... com natas nunca experimentei.

Sylvia disse...

Adoro sopa de abobora, a sua esta com um aspecto dlicioso,gostei muito
Bjs

Rose disse...

Sopa com abobora é uma das minhas preferidas, ficou muito boa com as ervas,
beijos.

Nela disse...

Márcia, obrigado pala explicacäo,tenho que ir ao Continente, e vou lá ver, senäo passo pelo pingo doce valeu a dica,porque realmente já estive concerteza com "ela" farinha, na mäo,mas näo tomei atencäo.E sabes adoro a Rose,a sua amabilidade, o carinho, adoro-a mesmo e visito-a muito.A tua sopa está de veras uma delicía claro,e sabes adoro o Alentejo tanto o Sítio em si, como as pessoas.Beijinhos e obrigado.Olha adoro o gostinho da segurelha,mas eu adoro tudo que seja ervinhas para a comida, däo sabor e fazem bem á saúde, mas aqui a entendida és tu.Beijito.

Glau disse...

Hum, adoro abóbora! recentemente fiz uma sopa de abóbora com gengibre!

Um abraço e parabéns pelo blog.
Glau

maicher disse...

leather handbags
bags
bag
handbag
handbags